22/10/2013 - Audiência Jair Bolsonar




 

 

 

 

Rio Grande do Sul. Em Outubro de 2013 os encontros políticos no Congresso Nacional o Presidente do Movimento Nacional dos Bacharéis em Direito Dr. Carlos Otávio Schneider com alguns Deputados Federais, respresenta avanço sistemático na busca da extinção do Exame de Ordem, único curso superior em que o Bacharel em Direito sai diplomado nas Universidades sem poder exercer sua atividade profissional e segundo o Deputado Jair Bolsonar, o processo encontra resistência da bancada da OAB constituida por mais de 20% dos congressistas na Câmara Federal mas que o Dep. Eduardo Cunha com seu PL 2154 de 2011 representa importante avanço da matéria na casa legislativa federal.

Outros políticos foram contatados nos seus gabinetes para entrega de documentos denunciando a Ordem dos Advogados do Brasil de prática de crime contra as Garantias e Direitos Fundamentais previstas no artigo 5º e seguintes da Constituição Federal do Brasil. O conflito está na Comissão de Constituição e Justiça onde tramita o PL do Deputado Eduardo Cunha. O relator do processo Dep. Fábio Trad que deverá emitir o parecer a ser submetido aos demais membros da Comissão foi presidente da OAB seccional Goias. O Dep. Fábio Trad deveria se dar por impedido de ser relator da matéria fato que não abriu mão.

Os interesses corporativos da OAB pairam em todas as instãncias do poder político e judiciário brasileiro. O grande balcão de negócios é o quinto constitucional utilizado pela OAB como barganha na votação de interesses da entidade na indicação de juízes ou desembargadores para ocuparem o cargo pelo quinto constitucional desde que atendidas as prerrogativas exigidas pela entidade que ninugém sabe se de classe ou de bandidos.

A próxima reunião será com autoridades do Ministério da Justiça e Educação ainda a ser agendada.


Desenvolvido por: Lccomunic.com.br Diretoria Nacional Quem Somos O que é o MNBD